HOME TECH EMPRESA CONTATO


× Avatar

Contact Us

Conteúdo

1 Fotos 2 Informação técnica 3 Vídeos 4 Produtos mais populares

O Processo de Produção de Resistências electricas

Autor:Judy Peng TOPE INT’L CO., LIMITED

©All Rights Reserved. The contents of this document cannot be reproduced without prior permission of the authors.

Resumo: Como fazer resistências electricas? Este artigo fala sobre o processo de produção básico de resistências electricas. Há muitos fatores para produzir uma resistências elétrica de qualidade, nós não conseguimos especificar todos os detalhes aqui. No entanto, tentamos incluir todo o processo completo.

Palavras-chave: processo de produção de resistências electricas, maquinários usados para resistências electricas, matéria prima que você pode precisar para resistências electricas. Muitas pessoas estavam extremamente curiosas para saber como as resistências tubulares são produzidos. O artigo a seguir abrange o registro real do detalhamento dos procedimentos da produção dos aquecedores tubulares.

1.Corte dos tubos (Preparação do material)

a. Meça as dimensões dos tubos. Isso é principalmente para assegurar-se de que o desvio padrão do diâmetro externo dos tubos está dentro de ≤0.2mm; enquanto o desvio padrão da espessura dos tubos está dentro de ≤0.2mm.

b. O corte final não deve conter nenhuma rebarba que surja do atrito entre a lâmina de corte e a superfície eliminada.

c. A largura do corte final não deve ser maior do que 2.5mm.

d. A tolerância do comprimento está dentro de ±0.5mm.

e. Principalmente para auto verificação, o inspetor checará primeiro, e subsequentemente o mesmo conduzirá a análise de amostras.

Equipamentos e ferramentas de medida: Lâmina de corte de tudo de aço inoxidável, régua de aço, fita métrica, compasso,

2.Chanframento (Remoção de rebarbas)

a. Coloque as duas terminações dos buracos internos dos tubos em uma chanfradura de 0.3×45°. Não deve haver nenhuma rebarba. Comprima os tubos com uma força de 6 – 7 quilogramas de pressão de ar comprimido, e mergulhe dentro de um tanque de água para verificar se há alguma bolha de ar.

Equipamentos e ferramentas de medida: broca, carrinho, compressor de ar, tanque de água, manômetro externo, máquina de rebarbamento.

3. Limpeza dos tubos

a. Use uma escova para limpar os tubos, fazendo movimento de vaivém por vezes consecutivas. Se as paredes internas do tubo também estiverem sujas, utilize as bolas de fio de aço para limpar e remover quaisquer resíduos com ar comprimido. Sob a luz do sol, observe as condições dentro das paredes dos tubos.

Equipamentos e ferramentas de medida: escova com cabo de várias especificações, bola de aço inoxidável.

4. Tampão de plástico

a. Empurre o pino terminal para dentro do pino de plástico. A dimensão de empurro será determinada pelo comprimento no qual o pino terminal está inserido dentro do tubo conforme as especificações de produção.

Equipamentos e ferramentas de medida: Régua de aço, prensa manual, máquina montadora de tampão e pino.

5.Bobinamento

a. De acordo com as especificação de produção, selecione os tipos de fio, de diâmetros dos fios e o mandril essencial. Nota: Verifique o diâmetro dos fios.

b. Certifique-se que a distância do bobinamento está uniforme e não deve haver nenhum fenômeno de “salto de bobinas.”

c. Introduza o pino terminal. De acordo com as especificações de produção, assegure-se da resistência do bobinamento. Verifique o comprimento real do bobinamento denso. Se o comprimento real do bobinamento denso está dentro ±10mm quando comparado ao comprimento do bobinamento denso especificado nas especificações de produção, será aprovado.

d. Principalmente para auto verificação, o inspetor conduzirá a análise de amostras.

Equipamentos e ferramentas de medida: Máquina de bobinamento, mandris de bobinagem de várias especificações, fita métrica, medidor digital de resistência.

6.Soldadura dos pontos (Soldagem oxiacetilênica)

a. Assegure-se de que o pino terminal e o fio de resistência estão conectados após a inserção.

b. Assegure-se de que a soldagem está firma e robusta e de que o fio de resistência não irá desacoplar do pino terminal durante o rolamento do tubo.

c. Ajuste a corrente de solda até o ponto no qual a chama do ponto de soldadura emita fumaça sem brilhar. Esta é a melhor corrente de solda. O ponto de soldadura deve ser realizado 2mm e acima da superfície final da parte de ligação do pino terminal.

Não deve haver menos que 2 locais de soldagem por pontos. Especialmente o ponto de solda na primeira rodada de cablagem e certifique-se que a cablagem não dilate.

d.Se o diâmetro do fio for maior que 0.8mm, deverá ser usado soldagem oxiacetilênica. A soldagem por pontos deverá estar localizada na porção final do espaço entre a primeira e a segunda rodada dos fios de resistência. O restante dos fios que está mais perto da chama deverá ser embrulhado com amianto molhado para prevenir o recozimento gradual dos fios, causando o fenômeno de puxamento desigual dos fios.

e. No momento de mover os produtos finalizados, eles devem ser levantados e colocados de maneira cuidadosa assegurando-se de que o fio de resistência não deformará.

f.Após realizado o QC, os produtos finalizados continuarão ao próximo procedimento.

Equipamentos e ferramentas de medida: máquina de solda de economia de energia, equipamento de soldagem oxiacetilênica, vareta de solda.

7.Preenchimento (Processo Crítico)

a. Utilize gasolina de alta qualidade para limpar os fios e seque os mesmos com ar comprimido.

b. Espalhe o pó de óxido de magnésio (MgO pó) na bandeja e a espessura não deve exceder 40mm. Coloque-os no forno. Quando o núcleo do magnésio for necessário, coloque o núcleo do magnésio dentro do forno também. Cozinhe-os de 1 a 3 horas sob a temperatura de 100°Caté que eles estejam completamente secos. O melhor é colocar o pó com temperatura.

c. De acordo com as especificações de produção, assegure-se do comprimento do pino terminal após inseri-lo dentro do tubo.

d. Quando o diâmetro do fio for ≥0.5mm, a ajuda dada ao puxador de fios deve ser equivalente a dois terços do comprimento do tubo. Para o núcleo de magnésio, deverá ser levemente puxado.

e. Após preencher o pó, a proporção de enchimento requerida deve alcançar 2.4~2.6g/cm 2.

f. O princípio de ajuste da frequência de vibração: Quando mais fino for o fio de resistência, menor será a vibração durante o ajuste de vibração. Nota: Acontecerá o fenômeno “flacidez do fio”.

g. O tampão oco deve assegurar-se de que o mesmo não moverá ou gerará movimentos de rotação no pino terminal. Ao mesmo tempo, também deverá ter certeza de que o tampão está firmemente comprimido e o pó não vazará.

h. Ao escolher o tubo de guia (O tubo de guia possui duas camadas. Ele é formado por 2 tubos ligados. Enquanto o tubo interno é chamado tubo de guia interno, o tubo externo é chamado de tubo de guia externo.), o diâmetro externo do tubo de guia deverá ser menor do que o diâmetro interno do tubo elemento em uma proporção de 0.5mm; e o diâmetro interno do tubo de guia interno não deverá ser maior que o diâmetro externo máximo do fio em 0.5mm.

i. Realize auto verificação na voltagem de resistência e isolação. Após o QC, os produtos finalizados continuarão ao próximo procedimento.

j. Precauções na adição do pé (Descrição da técnica e do processo)

1. Inspecione a uniformidade fio de resistência espiral visualmente. Isto significa puxar o fio de resistência até a metade do comprimento do tubo. Observe se a densidade está basicamente uniforme.

2. Verifique o material, o comprimento e do diâmetro do pino terminal. Caso haja alguma dobra torta, ele deverá ser retificado instantaneamente.

3. Se o tubo estiver dobrado, o mesmo deverá ser retificado instantaneamente.

4. Formula para calcular o peso do pó adicionado (ignore o peso do fio, do pino terminal e dos tampões):

W=d2·L·V≈0.785 d2·L·V
No qual d – Diâmetro interno do tubo (cm)
L – Comprimento do tubo (cm)
V – Densidade do pó, 2.4~2.6g/cm2

Ferramentas e equipamentos de medida: Máquina de enchimento de pó, desintegrador automático, forno, fita métrica, bandeja de limpeza, gasolina.

8.Tubo de rolamento

a. Limpe todas as áreas do tubo por completo

b. Preste atenção especial na direção e assegure-se de que o tampão plástico entra primeiro no laminador de redução. (Aquecedores tubulares de aquecimento de ar suportarão o fenômeno por meio do qual os tubos de aquecimento de ar serão primeiramente inseridos dentro do laminador de tubos em uma terminação para a primeira rodada de laminação dos tubos, e em seguida, a outra terminação será inserida dentro da máquina para a segunda rodada de laminação dos tubos.)

c. Após a laminação do tubo, o desvio padrão do diâmetro do tubo está dentro de ±0.08mm, incluindo o desvio padrão do desvio arredondado).

d. Após a laminação do tubo, a linearidade não deve exceder4mm por metro.

e. Em cada ajuste do cilindro, a amostra de teste não deve ser mais do que 8 peças.

f. O inspetor realizará testes de amostra no diâmetro e na linearidade dos tubos. Adicionalmente, também será realizado um teste de amostra de 20% dos valores de resistência e comprimento dos tubos.

Nota: Após a laminação dos tubos, a diferença entre o tudo maior e o tubo menos não deverá ser maior do que 3%. Caso a disparidade seja excessivamente grande de tal modo que não possa ser retificada, o produto desperdiçado será calculado para o procedimento de enchimento de pó.

Equipamentos e ferramentas de medida: Laminador de tubos, fita métrica e compasso.

9. Torneamento dos dois terminais

a. Assegure-se de que os pinos terminais estão simétricos após o torneamento. A diferença entre o comprimento externo das duas terminações não deve ser maior que 2mm.

b. O desvio padrão do comprimento dos tubos deve estar dentro de ±0.5mm.

c. Utilize uma lima para remover as rebarbas nas terminações dos tubos.

d. Principalmente para auto verificação, o inspetor conduzirá a análise de amostras.

Equipamentos e ferramentas de medida: medidor de torno, lâmina de aço inoxidável, fita métrica, régua de aço, máquina de acabamento.

10. Recozimento

a. Caso os tubos sejam recozidos, os métodos de recozimento, bem como a temperatura dependerão dos requerimentos nas especificações de produção.

1. O recozimento dos tubos de cobre utiliza chamas de soldagem oxiacetilênica. A temperatura é de aproximadamente 400°C e a cor de recozimento é vermelho escuro.

2. O recozimento dos tubos de ácido de carbono e tubos de aço inoxidável utiliza um equipamento de recozimento gradual. A temperatura dos tubos de ácido de carbono é por volta de 500°Ce a cor de recozimento é vermelho mediano. A temperatura dos tubos de aço inoxidável é por volta700°C e a cor de recozimento é branco tingido.

b. Quando a fornalha elétrica estiver recozendo, coloque os tubos uniformemente em camadas diferentes dentro dele. Não deverá haver nenhum congestionamento que possa causar um recozimento desigual.

Equipamentos e ferramentas de medida: forno de recozimento, máquina de recozimento parcial, equipamento de soldagem oxiacetilênica.

11. Dobra dos tubos

a.De acordo com as especificações de produção, corte o comprimento do pino terminal exposto. Afaste as roscas quebradas no tubo terminal e chanfre-os 0.5×45°. Assegure-se de que as roscas estão perfeitamente parafusadas.

b.Com base nas figuras ou na amostra, dobre os tubos nas formas exigidas. A parte externa dos tubos não deve ter riscos aparentes de maquinário ou expansão parcial. O Ponto de Flexão também não deve estar enrugado e informal.

c.Quando o raio de dobra for 3 vezes menor que diâmetro do tubo sem recozimento, assegure-se de que a direção da junta de soldagem está apontando em direção ao interno R (não rompido facilmente).

d.Principalmente para auto verificação, o inspetor conduzirá a análise de amostras.

Equipamentos e ferramentas de medida: ferramenta de curvatura de tubos, dobradeira, prensa hidráulica, máquina de perfuração, compasso, régua de ângulo universal, fita métrica.

12. Soldagem

a. Na solda das flanges ou soldagem rápida de várias placas, os itens soldados devem estar firmes e estáveis.

b.

b.Quando usada nos fluidos de aquecimento ou componentes de vedação, ela deverá suportar a pressão 0.3~1.2MPa. Após várias horas de teste hidrostático de 5mm, não deve haver nenhum vazamento.

Equipamentos e ferramentas de medida: equipamento de soldagem oxiacetilênica, várias varetas de soldagem.

13. Vedação

a. A vedação é realizada de acordo com as especificações de produção.

b. Escave o pó MgO em uma profundidade de 3 a 4mm dos dois lados do tubo elemento e limpe completamente. Tenha cuidado extra para observar que não deve haver nenhum pó de magnésio nas rocas e na parede interna do tubo.

c. Antes de realizar a vedação, verifique se os componentes conseguem aguentar uma voltagem de 2000 V/1s sem nenhum arco desintegrante e isolação infinita.

d. Goteje a cola de vedação, gire e comprima o tampão de cerâmica. Em seguida fixe com as porcas de parafuso e arruelas.

e. A vedação de dois tempos dos componentes de aquecimento deve ser executada de acordo com os procedimentos operacionais.

14. Tratamento da superfície

a. De acordo com as especificações de produção, será decidido se a superfície deve ser tratada, bem como os tipos de tratamento da superfície.

b. As camadas de superfície composta devem ser pintadas uniformemente e com brilho. Não deverá haver nenhuma bola ou fenômeno de descamação e empilhamento

c. Durante a limpeza acidulada, o pino terminal não deve estar danificado ou corroído.

d. Trate e limpe a superfície com antecedência, principalmente a cola, os pontos oxidados, etc.

15. Teste final

a. Isolamento: Infinito, tempo de duração de 10s.

b. Tensão de resistência:
Para φ16 ou superior o comprimento está dentro de 4m - 3000 V/10s.
De φ8 a φ10 o comprimento está dentro de 4m - 2000 V/10s.
Para φ6.5 o comprimento está dentro de 2m - 1800 V/10s.
Nenhum fenômeno de arco desintegrante.

c. Resistência ao frio: Cumpra com os requerimentos das especificações de produção.

d. Verificação externa. As formas geométricas e dimensões devem cumprir com os requerimentos do produto.

e. Para fugas de corrente, cada teste de amostra é 5%; a fuga de corrente é menor que 0.5mA.

f. Para isolamento quente, cada teste de amostra é 5%; ao mesmo tempo, observe a uniformidade do calor.

Quando a corrente for cortada, verifique se o isolamento quente é ≥2MΩ dentro de um minuto. Sob condições naturais, monitore o isolamento depois do resfriamento por uma hora. O isolamento deverá restaurar a 100 MΩ e superior.

Equipamentos e ferramentas de medida: Desintegrador automático, medidor digital de resistência, medidor de vazamento de corrente, compasso, fita métrica, régua de aço, painel plano, equipamento de teste.

16. Marcação

Realize de acordo com as exigências do cliente.

17. Empacotamento dos aquecedores tubulares

Realize de acordo com as exigências do cliente.

Produtos poderia interessar